60 mil assinaturas pedem a retirada dos mods pagos no Steam

Desta vez o Steam tem estado nas bocas do mundo não pelas melhores razões. A plataforma digital da Valve anunciou ontem que os modders poderão agora cobrar pelas suas criações.

Através do Steam Workshop, e com The Elder Scrolls V: Skyrim como primeiro jogo da proposta, já se puderam ver alguns modders a passar do formato gratuito para o pago e com preços que variam de poucos cêntimos até acima dos 5 euros.

Esta nova politica da Valve dividiu a comunidade. Por um lado temos os modders que vêem com bons olhos esta possibilidade para darem-se a conhecer e verem o seu trabalho remunerado, por outro temos a vertente clássica que diz que este tipo de conteúdos sempre foram gratuitos desde os primórdios do PC. Os problemas, além dos debates em fóruns e redes sociais, também chegaram ao próprio Steam Workshop.

Com mais pessoas contra do que a favor, um utilizador decidiu criar uma petição para acabar de vez com os mods pagos no Steam. Neste momento a petição já tem mais de 60 mil assinaturas e nela é dito que, “Os mods deviam ser conteúdos gratuitos. São criações de pessoas que querem acrescentar aos jogos algo que os outros possam usufruir”.

Comentários

comentários

About The Author

Related posts