RUMOR – Microsoft deve comprar Mojang por US$ 2,5 bi hoje (Segunda feira)

Há poucos dias, soubemos que os rumores de que a Microsoft tem muito interesse em comprar a Mojang, produtora de Minecraft, voltaram a esquentar após permanecerem alguns meses na “geladeira”.
Ao que parece, isso deve deixar de ser boato em pouco tempo, pelo menos é o que aponta a agência Reuters, que teria contato com fontes próximas às negociações. Segundo a publicação, o acordo de US$ 2,5 bilhões deve ser concretizado na próxima segunda-feira, dia 15 de setembro — um valor um “pouco” mais alto do que o anunciado nos primeiros rumores.
A aquisição não representa grandes riscos para uma multinacional que possui US$ 86 bilhões em caixa, mas é uma quantia significante para uma produtora de jogos. As especulações sugerem que a intenção da Microsoft com essa compra é impulsionar as vendas de aparelhos com Windows Phone, visto o grande sucesso das versões mobile de Minecraft para iOS e Android.

Para Dave Bisceglia, chefe executivo do estúdio Tap Lab, “parece que a Microsoft está vendo a Mojang e o Minecraft como um caminho para entrar nesse enorme fenômeno cultural”. “Se você olhar para o iOS, Minecraft foi um dos games mais bem-sucedidos da história. Se a Microsoft conseguir que o Windows Phone ofereça uma experiência única aos jogadores, que você não pode encontrar em outras plataformas, é possível que vender aparelhos para os fãs do game”, complementou ele.
Em contrapartida, Joost van Dreunen, chefe executivo da empresa de pesquisa de mercado SuperData, acredita que somente um jogo não possa impulsionar as vendas do WP de maneira considerável. “Parece muito [dinheiro] para um título que ainda não alcançou o seu auge, mas que certamente já passou do seu frenesi inicial”, explicitou o executivo. “Minecraft tem ido bem no iOS, pois ele é melhor no iPad, a tela é maior. Eu não vejo como isso pode aumentar as vendas de aparelhos menores”, complementou ele.
É válido reforçar que até hoje nenhuma das empresas envolvidas se pronunciou sobre o assunto, e por isso devemos continuar tratando o tema como rumor.

Comentários

comentários

About The Author

Related posts