Uncharted e The Last of Us não existiria sem a Sony

Em entrevista com o IGN, os fundadores da Naughty Dog confessaram que sem a Sony, provavelmente não existiriam os jogos Uncharted e The Last of Us.

Jason Rubin e Andy Gavin falaram do momento em que a Sony apresentou a proposta de compra, numa altura em que a Naughty Dog desfrutava do sucesso de Crash Bandicoot e Jak and Dexter, e confessaram que foi uma decisão muito dura, que foi agonizante decidir, mas não têm quaisquer dúvidas, foi a melhor decisão.

Ambos admitem que apesar de todo o talento existente no estúdio, jamais seriam capazes de criar os jogos fantásticos que criaram sem o apoio de uma grande editora como a Sony, e com todos os benefícios que significa ser um estúdio interno.

Rubin e Gavin disseram ainda que a relação com a Sony já era tão íntima e firme que acabou por fazer sentido para as duas partes, e assim a Naughty Dog tornou-se num estúdio da Sony.

Neste momento, a Naughty Dog está trabalhando em The Last of Us: Parte 2.

Comentários

comentários

About The Author

Related posts